Exames audiológicos

IMITANCIOMETRIA

Exames audiologicos - imitanciometria

A Imitanciometria é um exame objetivo rápido e indolor, que avalia a pressão da orelha média, os reflexos estapedianos e a função tubária. É muito importante principalmente para o diagnóstico de infecções de ouvido recorrentes, em adultos e crianças. Ele é realizado através de uma pequena sonda inserida no canal auditivo, obtendo informações sobre o volume do ouvido e também a mobilidade dos ossículos da orelha média. No outro ouvido, existe a colocação de um fone de ouvido que envia sons que serão também interpretados pela sonda oposta.

Em bebês até seis meses de vida a imitanciometria deve ser realizada com a frequência de 1000 Hz, por apresentar mais dados para diagnosticar alterações nessa faixa etária.

Esse exame realizado em conjunto com a audiometria para confirmar a coerência entre as respostas.

EMISSÕES OTOACUSTICAS (TESTE DA ORELHINHA) - PRODUTO DE DISTORÇÃO e TRANSIENTES

O exame de Emissões Otoacústicas é popularmente conhecido como TESTE DA ORELHINHA. É um método indolor e seguro para verificar se o bebê apresenta perda auditiva nos primeiros dias de vida. Ele contribui para o diagnóstico precoce da perda auditiva e quando indica alterações a família já deve dar início ao tratamento e reabilitação auditiva do bebê através do uso dos aparelhos auditivos e/ou implantes cocleares.

Em adultos, o exame de Emissões Otoacústicas complementa o diagnóstico audiológico, auxiliando na avaliação e tratamento do zumbido, perda súbitas, progressivas e perdas auditivas retrococleares.

Teste da orelinha

AVALIAÇÃO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO central

O exame do processamento auditivo avalia os processos envolvidos na detecção e interpretação do som.  O teste é realizado dentro de uma cabine acusticamente tratada, onde são avaliadas várias etapas do processamento auditivo: atenção seletiva, detecção, discriminação, localização sonora, reconhecimento, compreensão e memória.

Pessoas que vivem “no mundo da lua” e já realizaram audiometria, apresentando limiares dentro da normalidade, devem passar por esta avaliação para auxiliar no diagnóstico de Distúrbios do Processamento Auditivo e início do tratamento.

Também podem ser realizados alguns testes do processamento auditivo em pessoas usuárias de aparelhos auditivos para que sejam direcionadas à terapia quando já existe certeza de que a amplificação dos aparelhos está adequada através de exames objetivos com microfone sonda. Saiba mais em MAPEAMENTO DE FALA.

A alteração do processamento auditivo pode acontecer devido a vários fatores como: infecções no ouvido, perda auditivas, desordens no sistema nervoso central como traumatismo craniano entre outros. É importante frisar que até indivíduos com audição normal podem apresentar alterações no processamento auditivo. A fonoterapia é essencial para auxiliar o paciente no correto desenvolvimento das habilidades auditivas.

Na AudioSave os pacientes que realizam a compra dos aparelhos auditivos e apresentam dificuldades persistentes de compreensão tem direito a três sessões de terapia com o fonoaudiólogo, para auxiliar no desenvolvimento das habilidades do processamento auditivo e, aumentar as chances de sucesso no uso e maior benefício com o uso dos aparelhos auditivos.

Agende o seu atendimento: